Article of Open Journal of Epidemiology and Public Health 

INTERVENÇÃO MULTIPROFISSIONAL EM ESCOLA DO MUNICÍPIO DE JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE: COMBATENDO A HELMINTÍASE

Oishi A.P.B1; Silva A.M.L.2; Lins D.N.S.3; Silva I.F.4; Souza L.A.P.5; Lima T.L.6.
1,2,3,4,5Residentes Multiprofissionais em Atenção Básica/Saúde da Família - Secretaria Executiva de Promoção da Saúde de Jaboatão dos Guararapes – PE; 6Psicológa Especialista em Saúde Coletiva com Ênfase em Gestão de Redes.

Abstract:
As ações foram planejadas com base nas diretrizes do Programa Saúde na Escola (PSE), buscando diminuir a incidência da helmintíase em crianças na faixa etária de 5 a 12 anos. A atuação multiprofissional foi importante no processo de planejamento, execução e educação em saúde. Favorecendo a troca de experiências e saberes com enfoque preventivo na atenção do individuo em seu contexto. Combater e controlar a helmintíase na infância, buscando atingir melhores indicadores de saúde e qualidade de vida infantil. Relato de experiência dos residentes quanto a ação que aconteceu numa escola de ensino fundamental do município de Jaboatão dos Guararapes-PE em área adstrita a Unidade de Saúde da Família. Contando com a participação de oito (08) profissionais de saúde, entre eles: um enfermeiro, um cirurgião-dentista, um agente comunitário de saúde e cinco (05) residentes em saúde da família (Psicóloga, enfermeira, profissional de educação física, farmacêutica e cirurgião-dentista), além dos professores e gestora da unidade educacional. Os critérios estabelecidos para participação na atividade foram: ter autorização dos pais ou responsáveis previamente enviadas e estar presente em sala no momento da ação. Num total de 286 crianças matriculadas, foi realizado a administração de anti-helmíntico (Albendazol suspensão) em 145 alunos. Realizou-se orientação aos professores e alunos acerca da temática. Podemos constatar que o tratamento foi efetivo, porém, se não existir os mínimos cuidados com saneamento, água, alimentos assim como as condições mínimas de saúde, esse ato será apenas um paliativo, fazendo com que a contaminação se torne um ciclo vicioso. O cuidado deve ser contínuo e depende de vários fatores, por isso a importância da educação em saúde e ações que promovam o autocuidado e empoderamento dos cidadãos sobre a promoção de saúde.

Keywords:
Acesso; Acolhimento; Atenção Básica; Doenças negligenciadas.

Click to download Free PDF