Article of Open Journal of Epidemiology and Public Health 

DENGUE COMO DOENÇA NEGLIGENCIADA: ANÁLISE DA ESFERA EPIDEMIOLÓGICA DA CIDADE DE CARUARU EM RELAÇÃO AO ESTADO DE PERNAMBUCO

Pereira Neto V.L1; Pinheiro R.D2; Araújo M.C.M.3; Silva G.A4; Costa J.M.B.S5; Tenório F.C.A.M6
1,2,3,4Estudante do Curso de Medicina– UFPE; 5Docente/Pesquisador do Departamento de Epidemiologia da UFPE/CAA. 6Docente/Pesquisador do Departamento de Histologia e Embriologia da UFPE/CAA.

Abstract:
A Organização Mundial de Saúde classifica a dengue como uma doença tropical negligenciada, esse termo descreve um conjunto de doenças que, dentre outros aspectos, são relacionadas com pobreza, endemias em regiões tropicais e sub-tropicais, bem como falta de financiamento para sua investigação e desenvolvimento. Nesse contexto, essa arbovirose, que é causada por um dos quatro sorotipos do vírus da família Flaviviridae, ainda permanece em grande parte não controlada nacionalmente, onde o Aedes aegypti age como principal vetor da doença. Descrever o cenário atual da Dengue na cidade de Caruaru em relação a esfera epidemiológica dessa doença no estado de Pernambuco. Foi realizado um estudo descritivo de corte transversal sobre o cenário epidemiológico da dengue no município de Caruaru, pois este é o mais populoso do agreste e sede da segunda macrorregional de saúde, e no estado de Pernambuco. Os dados de Caruaru e de Pernambuco foram coletados do instrumento de consolidação da Gerência de Prevenção e Controle da Dengue e da Febre Amarela da Secretaria estadual de Saúde de Pernambuco para o Ano de 2015. Utilizou-se frequência simples, e calculou-se a incidência e letalidade. Desde 2012, foram procedidas várias ações para o revigoramento da vigilância de casos e do vetor transmissor da dengue nos municípios de Pernambuco, e mesmo assim, na cidade de Caruaru, foram notificados 6.508 casos, dentre os quais confirmou-se 659 incluindo 1 caso de dengue grave. Entretanto, não se confirmou nenhum dos 6 casos de óbito pela doença, que foram notificados. A epidemia de dengue acomete vários estados, e o Pernambuco não foge a essa situação. No total do estado, foram notificados 176.218 casos, dentre os quais confirmou-se 71.989 incluindo 35 casos graves. Nesse contexto, foram notificados 136 óbitos causados pela doença, onde confirmaram-se 58. Dessa forma, foi explicitado que a porcentagem de letalidade da doença foi 0,00 em Caruaru para 31,52 em Pernambuco. Bem como, o coeficiente de incidência (/100.000 hab) de Caruaru foi 222,59, para 1.232,58 no Pernambuco. O cenário epidemiológico da dengue em Caruaru, quando comparado ao estado, mostra controle na porcentagem de letalidade da doença, bem como menor coeficiente de incidência (/100.000 hab). Dessa forma, deve-se continuar investindo em medidas de saúde pública que visam educar os cidadãos sobre os meios de controle da doença. Que dependem da prevenção baseada em métodos de controle de vetores, e boa gestão de casos. O comprometimento maciço da população é de suma importância para que se consigam alcançar os objetivos de redução no impacto da dengue no Estado de Pernambuco, e consequentemente na cidade de Caruaru.

Keywords:
Dengue; Doenças Negligenciadas; Epidemiologia.

Click to download Free PDF