Article of Open Journal of Higher Education 

DESVENDANDO A HANSENÍASE: UMA ABORDAGEM PARA A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM

Silva, A.A¹; Oliveira, D.G²; Ramalho, M.N.A³
1,2 Estudante do Curso de Enfermagem-UFPE;3 Docente/Pesquisador do Departamento de Enfermagem-UFPE

Abstract:
A hanseníase é uma doença infectocontagiosa muito antiga que representa, ainda hoje, um grave problema de saúde pública. Causada pelo Mycobacterium leprae, uma bactéria intracelular obrigatória que tem tropismo pela pele e nervos periféricos. No Brasil a hanseníase é diagnosticada tardiamente, aproximadamente, um ano e meio após o aparecimento dos primeiros sintomas. A falta de informação e a busca tardia pelos serviços de saúde contribuem para o diagnóstico tardio da doença. A Estratégia de Saúde da Família como porta de entrada para os serviços de saúde é responsável pelo diagnóstico, pelo tratamento e por ações educativas para os acometidos com a enfermidade, bem como para seus familiares e toda a comunidade. O profissional enfermeiro como parte integrante da equipe de saúde da família desenvolve atividades como prevenção, controle e tratamento da doença. Esta revisão integrativa objetivou identificar quais são as ações de enfermagem frente ao tratamento de pacientes com hanseníase. A revisão integrativa da literatura foi realizada a partir do levantamento bibliográfico de artigos científicos na base de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Base de Dados de Enfermagem (BDENF) e Scientific Electronic Library (Scielo). Como critérios de inclusão, consideram-se os artigos científicos originais e completos publicados em periódicos nacionais e internacionais em língua inglesa e portuguesa nos últimos dez anos. Foram encontrados 52 artigos, porém 43 artigos foram excluídos por não contemplar os critérios de inclusão da pesquisa, restando 9 artigos para análise do conteúdo, sendo 2 artigos da LILACS, 3 SCIELO e 4 BDENF. Uma das funções da enfermagem é capacitar a equipe, fazer avaliação dermatoneurológica, garantir universalidade e acessibilidade da assistência para todos os pacientes com hanseníase, realizar escuta e comunicação terapêuticas, estabelecer vínculo, confiança e compromisso com o enfermo, contribuindo para diminuir o índice de abandono do tratamento. O enfermeiro deve considerar a singularidade e subjetividade de cada paciente, oferecer apoio e prestar todo esclarecimento acerca da doença, orientar quanto ao uso adequado da medicação e quanto à prevenção de incapacidades, orientar práticas de autocuidado e desconforto decorrente do tratamento. Minimizar o estigma social que a doença ainda carrega, reduzindo o preconceito e a exclusão social dos doentes por meio de ações educativas para a comunidade, além de ser responsável pela supervisão do trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde que orientam a procura da unidade de saúde em caso de suspeita de hanseníase. Nenhum dos artigos trouxe como a enfermagem atua no tratamento de pacientes em caso mais avançados de hanseníase com presença de incapacidades. BDENF foi a base de dados com mais artigos encontrados relacionados à temática. Após realização do estudo ficou evidente a importância da assistência de enfermagem ao paciente com hanseníase e suas atribuições.

Keywords:
Assistência de Enfermagem; Educação em Saúde; Hanseníase

Click to download Free PDF