Article of Open Journal of Higher Education 

DOENÇAS NEGLIGENCIADAS E O SEU IMPACTO SOCIAL NAS POPULAÇÕES

Silva T.G¹, Canto V.B2, Ferreira A. G3, Barbosa L.M.S4, Silva M.G.M.S5, Maia C.S6
1, 2, 3, 4, 5 Estudantes do Curso de Enfermagem/UFPE 6 Docente/Pesquisador do Departamento de Histologia e Embriologia/UFPE.

Abstract:
As doenças negligenciadas são o conjunto de 17 doenças causadas por agentes infecto-parasitários que produzem importante dano físico, cognitivo e socioeconômico principalmente em populações de baixa renda, já que são predominantes em países subdesenvolvidos e com condições precárias de vida, onde há pessoas sem acesso a água tratada e saneamento básico. Estas doenças que não só prevalecem em condições de pobreza, mas também contribuem para a manutenção do quadro de desigualdade, já que representam forte entrave ao desenvolvimento dos países. Objetivos: Evidenciar o impacto social causado pelas doenças negligenciadas. Trata-se de uma revisão de literatura, na qual foram selecionados 6 artigos científicos, publicados nos últimos 5 anos nas bases de dados Scopus da Elsevier e SciELO e cujos critérios de inclusão foram artigos com texto completo disponível. Como descritores foram utilizados: “Doenças negligenciadas” e “Fatores socioeconômicos” nos idiomas inglês e português. Os efeitos das doenças negligenciadas podem ser observados de forma direta pelos indicadores de morbidade e mortalidade, onde no mundo, mais de 1 milhão de pessoas morrem por ano e cerca de três mil morrem por dia vítimas destas doenças. Tais doenças também causam impacto na educação e economia, já que acometem em especial homens e crianças. Além disso, salienta-se o impacto individual relacionado ao estigma e à exclusão social provocados a partir das doenças negligenciadas. As doenças negligenciadas ainda são um dos grandes obstáculos para o desenvolvimento dos países subdesenvolvidos e daqueles com renda média. A prevenção, tratamento, controle ou a eliminação dessas doenças é de extrema importância por dois aspectos: o moral e o socioeconômico. O campo moral corresponde ao princípio de ser de direito do ser humano o acesso à saúde. No aspecto socioeconômico está a possibilidade da liberação do potencial econômico dos países atingidos por estas doenças, visto a possibilidade de novos investimentos.

Keywords:
Doenças negligenciadas; impacto social; Países subdesenvolvidos

Click to download Free PDF