Article of Open Journal of Educational Research and Reviews 

ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA COMPARATIVA DA TUBERCULOSE NA CIDADE DE CARUARU, NO ESTADO DE PERNAMBUCO E NO BRASIL

Barros V.C.S.D1, Silva G.A2, Silva P.M.A3, Pinheiro R.D4, Tenorio B.M5, Tenorio F.C.Â6
1,2,3,4Estudante do Curso de Medicina–UFPE;5Docente do Departamento de Ciências Biológicas e da Saúde-UFAL. 6Docente/Pesquisador do Departamento de Histologia e Embriologia-UFPE.

Abstract:
As doenças negligenciadas (DN) podem ser tanto causa como um efeito da pobreza, causam morbidez substancial entre as pessoas mais pobres do mundo, em contrapartida, não foram historicamente alvo para o desenvolvimento intensivo de drogas, com limitados incentivos financeiros no setor privado. Menos de 10 % das bolsas de ações globais em saúde são destinados à tratamento de DN, que infectam cerca 90 % dos indivíduos doentes no mundo. No Brasil, em 2015, com o início da construção do Plano Nacional pelo o Fim da Tuberculose, que estabelece prioridades e metas a serem alcançadas até o ano de 2035, ratificou-se a necessidade da intensificação do estudo dessa DN e do entendimento de suas características epidemiológicas em todas as Regiões do país, inclusive no Estado de Pernambuco e na cidade de Caruaru, como medida de saúde pública. Analisar a epidemiologia da tuberculose, doença negligenciada, na cidade de caruaru em comparativo com o estado de Pernambuco e com o Brasil. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, utilizando-se de dados sobre a tuberculose no Brasil, em Pernambuco e em Caruaru, registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). O Brasil ocupa a 18ª posição em carga de tuberculose, representando 0,9 % dos casos estimados no mundo e 33 % dos estimados para as Américas. Em 2014, Pernambuco, juntamente com o Rio de janeiro, teve o segundo maior percentual de casos de retratamento entre os Estados do país. Além disso, nesse mesmo ano, o Brasil registrou 4.374 óbitos em que a tuberculose aparece como causa básica, Pernambuco apresentou o segundo maior coeficiente de casos 4,3/100 mil habitantes, com 4.701 casos de tuberculose e 394 óbitos provocados pela doença. Em consonância, no mesmo ano, em Caruaru, cidade que está entre os 15 municípios o quais o enfrentamento à doença é considerado prioritário pelo Programa de Enfrentamento das Doenças Negligenciadas do estado, os casos de tuberculose foram de 174 incluindo 41 na penitenciária Juiz Plácido de Souza. Em relação a 2013, na cidade, houve aumento da incidência da patologia em 36,3 %. A situação epidemiológica atual da tuberculose em Caruaru e em Pernambuco estão em conformidade com as características de incidência e prevalência dessa doença no Brasil. Assim, os objetivos de combater a tuberculose nessas Regiões enfrentam obstáculos comuns e as expectações para erradicar esse problema de saúde pública devem ser estabelecidas a nível municipal, estadual, em sintonia com as políticas do Sistema Único de Saúde voltados à tuberculose.

Keywords:
Epidemiologia; Mortalidade; Mycobacterium Tuberculosis

Click to download Free PDF