Article of International Journal of Psychology and Health 

ESQUIZOFRENIA E A SUA RELAÇÃO COM O ÁLCOOL: INTERFERÊNCIAS PSICOSSOCIAIS

Pereira A.B.N.L1; Beltrão R.H.G2; Cavalcanti A.K.M3; Ferreira P.T.V4; Paiva G.S5; Paiva M.F.S6.
1Estudante do Curso de Enfermagem–UFPE, 2Estudante do Curso de Enfermagem–FAREC, 3,4Estudante do Curso de Enfermagem-UFPE, 5Docente da Faculdade Pernambucana de Saúde -FPS, 6Orientadora, Mestre em Psicologia Clínica, Professora do Curso de Enfermagem da Faculdade do Recife–PE.

Abstract:
A esquizofrenia é um grave transtorno mental sendo considerado o maior transtorno do pensamento. Esse transtorno está relacionado aos fatores genéticos e psicossociais e interfere na vida familiar, laboral, afetiva e nos relacionamentos como um todo. A esquizofrenia quando associada a substâncias lícitas ou ilícitas torna o indivíduo incapaz de desenvolver qualquer atividade, devido à falta de controle que o indivíduo tem de si próprio. O presente estudo teve o objetivo de conhecer os fenômenos psicossociais que interferem nos pacientes com o transtorno da esquizofrenia entre usuários de álcool e as interferências nas suas famílias. Esta pesquisa foi de caráter exploratório, descritivo sob a abordagem quantitativa. A pesquisa foi realizada com 40 pacientes e seus familiares de primeiro grau, subdivididos entre mulheres e homens, em atendimento no CAPS (Centro de atenção psicossocial) José Carlos Souto, localizado na cidade do Recife- PE. Foram realizados dois questionários um com o paciente e outro com um de seus familiares. A análise dos dados foi realizada com aplicação em dois softwares estatísticos EPI INFO 3.5.1 e o Microsoft Excel, 2007. Os resultados obtidos denotam que o transtorno da esquizofrenia interfere de forma significativa no desenvolvimento social, econômico e emocional de seus portadores. Os resultados apontam que o uso de álcool e outras drogas nos pacientes em estudo potencializou o desenvolvimento da esquizofrenia, principalmente quando iniciado precocemente. Foi possível observar que o conceito de melhora em relação à esquizofrenia é muito mais complexo, pois se trata principalmente de uma transformação pessoal e reintegração social. Observou-se ainda que o respeito à cooperação e a participação da família e dos amigos são considerados fundamentais e apresentam um grau de importância superior ao seu tratamento, principalmente nos momentos de crise e recaídas, sendo a melhora do seu estado de saúde vista com uma transformação pessoal e social favorecendo a sua autoestima.

Keywords:
Esquizofrenia; Esquizofrenia e álcool; Relações familiares

Click to download Free PDF