Article of International Journal of Disease Control and Prevention 

ESTRATÉGIA DE CONTROLE DA DENGUE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

Silva T. C. F¹, Silva J. N2, Silva M. G. F3, Alves F. A. P4, Souto R. Q5
1,2Estudante do Curso de Enfermagem-UFPE; 3 Mestranda do Departamento de Histologia e Embriologia–UFPE. 4,5Docentes do Departamento de Enfermagem – UFPE

Abstract:
O controle da dengue, uma arbovirose transmitida pelo Aedes aegypti, tem constituído um importante desafio especialmente nos países em desenvolvimento. Mesmo sendo uma doença antiga, ainda há limitações para reduzir a taxa de infestação do seu vetor e suas consequências, isto se deve ao fato de que a doença tem influência multifatorial, envolvendo aspectos como clima, infraestrutura, coberturas na coleta de lixo e educação em saúde. A atenção primária à saúde é a porta de entrada dos serviços de saúde, responsável pela identificação dos casos, coordenação do cuidado e pela realização do primeiro atendimento da maioria dos casos da doença. Sintetizar o conhecimento produzido em artigos científicos sobre estratégias para o controle da dengue realizadas na atenção primária à saúde. Trata-se de uma revisão da literatura realizada em setembro de 2016, nas bases de dados CINAHL, LILACS E MEDLINE. Foram incluídos artigos disponíveis na íntegra nos idiomas inglês, português e espanhol, publicados entre 2013 e 2016. Artigos de revisão, editoriais e artigos que não responderam à questão de pesquisa foram excluídos. Sete artigos constituíram a amostra do estudo. As estratégias encontradas foram: Elaboração de planos de ação local, onde profissionais de saúde são qualificados para elabora-los conforme as características da comunidade onde atuam. Sensibilização da equipe de enfermagem quanto ao atendimento dos sinais vitais, sinais de alarme e hidratação e a realização do exame da prova do laço. Capacitação de agentes comunitários de saúde e de endemias para poderem identificar possíveis pacientes com suspeita de dengue, além de realizar o controle mecânico e químico do vetor, com ações centradas em detectar e destinar adequadamente reservatórios naturais ou artificias de água que possam servir de depósito para os ovos do Aedes. Também foram encontradas ações de caráter educativo, voltadas a alterar o comportamento dos cidadãos com relação ao controle do vetor, como palestras junto às escolas. Apesar dos desafios do controle da dengue, foram encontradas na literatura, estratégias para seu manejo, devendo ser aplicadas de forma contínua durante todo o ano e não só em épocas de maior incidência. Além disso, torna-se importante a adoção de estratégias específicas, com maiores investimentos em métodos adequados.

Keywords:
Atenção Primária à Saúde; Controle de Vetores; Dengue

Click to download Free PDF