Article of American Journal of Theoretical and Applied Research 

O IMPACTO NA SEXUALIDADE DO PORTADOR DE HANSENÍASE

Oliveira M M.1; Lima L. B.2; Ferreira R. M M.3; Nascimento T. L.4; Guedes T. G.5.
1,2,3,4Estudante do curso de Enfermagem-UFPE; 5Docente do Departamento de Enfermagem-UFPE;

Abstract:
A hanseníase é uma doença infectocontagiosa causada pelo Mycobacterim leprae, que possui alta infectividade e atinge principalmente a pele e nervos periféricos. A classificação da hanseníase pode ser realizada de acordo com o número de lesões presentes no corpo, podendo ser multibacilar, em indivíduos com mais de cinco lesões, e como paucibacilar, em indivíduos com menos de cinco lesões. Apenas os pacientes multibacilares que não iniciaram o tratamento, devido a alta carga bacilar, são fonte de transmissão, que ocorre principalmente através das vias aéreas, sendo o domicílio importante espaço de transmissão. Clinicamente a hanseníase manifesta-se como manchas hipocrômicas ou acastanhadas com diminuição da sensibilidade, também pode provocar incapacidades físicas devido ao comprometimento dos nervos periféricos, podendo evoluir para deformidades. Além das incapacidades, a hanseníase apresenta um estigma negativo, sendo alvo de preconceito e discriminação da sociedade, gerando um impacto físico, social e psicológico, o que atinge as relações interpessoais e repercute também na sexualidade. A sexualidade não se refere apenas ao ato sexual, mas diz respeito a um conjunto de características humanas pelas quais se manifesta a capacidade de se ligar às pessoas, ao prazer, aos desejos e as necessidades. Verificar as repercussões na sexualidade de portadores de hanseníase. Estudo bibliográfico realizado por meio dos descritores “Hanseníase”, “Impacto” e “Sexualidade”. Utilizou-se como critérios de inclusão artigos publicados nos últimos 10 anos em português, inglês e espanhol, com abordagem no tema escolhido. Foram localizados 15 artigos publicados nas bases de dados LILACS e BDENF, além da biblioteca eletrônica SCIELO. Oito artigos encontravam-se de acordo com a temática e os critérios estabelecidos, e portanto, foram lidos integralmente. Os estudos evidenciaram que houve redução das relações sexuais devido ao acometimento dos testículos pelo bacilo, que pode levar a impotência e a diminuição do desejo sexual. A redução da libido é resultante da doença e dos efeitos colaterais do tratamento. O medo de contrair a doença provoca um afastamento de familiares e pessoas próximas, existindo também a preocupação de contrair a doença durante o ato sexual. Os impactos físicos, sociais e a discriminação também geram uma repercussão emocional, provocando sentimentos de inferioridade e vergonha do corpo. O impacto da hanseníase na sexualidade tem maior repercussão no ato sexual. Esse impacto se deve as incapacidades físicas geradas pela hanseníase e também pela discriminação por parte da sociedade, sendo resultante principalmente da falta de informação sobre a doença. Cabe aos profissionais de saúde a realização de estratégias para identificar a hanseníase precocemente, impedindo o agravamento do caso. Ademais, a educação em saúde ao portador, familiares, e a sociedade, poderá contribuir para a diminuição da estigmatização da hanseníase, oportunizando uma melhoria da qualidade de vida dessa população, incluindo questões relacionadas à sexualidade.

Keywords:
Impacto; Hanseníase; Sexualidade.

Click to download Free PDF