Article of American Journal of Mass Communication and Journalism 

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO RECIFE: EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA SABER TUBERCULOSE

Feitosa M. T. S1; Farias M. P. F2, Moraes L. L. S. M3, Luz J. V. M4, Silva M. N. M5, Cardoso M. D6
1,2,3,4,5 Estudante do curso de Enfermagem da Universidade de Pernambuco – UPE; 6 Docente da Faculdade de Enfermagem da Universidade de Pernambuco – FENSG/UPE

Abstract:
A tuberculose é uma doença infectocontagiosa muito antiga, os pulmões são os órgãos mais afetados, porém pode acometer outros órgãos e tecidos. As populações indígenas, presidiários e moradores de rua são mais vulneráveis devido a dificuldade de acesso aos serviços de saúde e as condições específicas de vida, além das pessoas portadoras de HIV e Aids. É de suma importância as intervenções de educação em saúde nas escolas, pois possibilitam principalmente a disseminação da informação que é passada. O grupo de extensão universitária Saber Tuberculose vem trabalhando neste sentido, e assim informando cada vez mais pessoas envolvidas no projeto. Relatar experiência das atividades extensionistas de educação em saúde sobre tuberculose nas escolas públicas visando a melhoria dos indicadores epidemiológicos e a redução do estigma da doença. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência realizado no período de março a novembro de 2016, em escolas públicas localizadas dentro da região metropolitana da cidade do Recife-PE, abrangendo inicialmente três públicos alvos: Estudantes de enfermagem de diferentes períodos da Universidade de Pernambuco, estudantes do ensino médio e fundamental e professores das escolas públicas. Foram utilizadas estratégias para melhor comunicação e informatização do público alvo sobre a tuberculose, seus sintomas e tratamento. Foi notório durante a realização das atividades o interesse dos participantes para conhecer a doença, duração do tratamento e cura independente da faixa etária do grupo. Foi desenvolvida e aplicada nas ações uma paródia da música ‘Camaro Amarelo’ voltada a educação em tuberculose, caixa educativa com jogos de perguntas e respostas e folhetos com ilustrações e orientações sobre a doença também foram utilizados como material didático. Ao final de cada ação, o resultado esperado foi obtido. O projeto oportuniza os estudantes a conhecer uma metodologia da educação popular fora dos muros da universidade, percebendo a real necessidade da atuação com diferentes públicos correlacionando o conhecimento adquirido em sala de aula, possibilitando um crescimento profissional do grupo e contribuindo para a melhoria dos indicadores de saúde da população geral.

Keywords:
Educação em Saúde; Enfermagem; Promoção da Saúde; Tuberculose

Click to download Free PDF