Global Journal of Health Education

Open Access Journal
Global Journal of Health Education (ISSN:2641-3256) is an open access journal publishing research articles, review articles, editorials and letters to the editor.

Peer-Review Journal
To keep the quality of journal, all submission will be peer-reviewed by invited experts. The decisions will be made according to the comments of reviewers.

Publication Process
Initial decision: 3 days without review, 28 days with review; Time to publication: Accepted articles will be online in 3 days; Final versions after proofreading will be accessible in 8 days.

Rapid Response
Should you have any questions, please let us know. We will answer you shortly.

OUTUBRO ROSA EM FOCO: LIMITES E POSSIBILIDADES DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA

Silva A.A1; Lira E.M.C2; Lima N.A.S.; Cibalde C.A2; Oliveira M. L.T.S3; Ramalho M.N.A4
O câncer de mama é a neoplasia maligna mais frequentemente diagnosticada entre as mulheres, constituindo a principal causa de morte feminina tanto em países desenvolvidos quanto naqueles em desenvolvimento, além de segundo câncer mais incidente no mundo, caracterizando-se como um grave problema de saúde pública. Essa neoplasia suscita muito medo e angústia entre as mulheres, implicando em repercussões psicossociais, por ser um câncer que possui progressão lenta e, caso diagnosticado precocemente, apresenta considerável aumento na possibilidade de cura ou prolongamento da sobrevida. A doença pode ser prevenida por meio da realização de atividades de educação em saúde. Relatar a experiência de integrantes de um projeto de extensão nas atividades de educação em saúde voltadas à prevenção do câncer de mama durante o outubro rosa. Trata-se de um relato de experiência das atividades de educação em saúde desenvolvidas por integrantes do Projeto de Extensão: STOP: Ações de educação em saúde para a prevenção do câncer, da Universidade Federal de Pernambuco durante o mês de outubro de 2016 em serviços da atenção básica do município de Vitória de Santo Antão – PE. Foram desenvolvidas três ações, sendo uma na Unidade Básica de Saúde do Cajueiro, uma na Unidade Básica de Saúde da Bela Vista e uma na Associação de Proteção à Maternidade e a Infância (APAMI). Todas as atividades de estímulo à prevenção do câncer de mama contaram com a participação de usuárias mulheres de várias faixas etárias e também de profissionais que trabalham nas unidades. As ações iniciavam-se com o acolhimento dos usuários do serviço de saúde, em seguida foram explanados e discutidos os fatores de risco, sintomas, prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama através do uso de álbum seriado contendo ilustrações e conteúdos pertinentes a temática. Posteriormente, foi realizado a demonstração de como fazer o autoexame das mamas utilizando uma prótese artesanal das mamas. Em seguida, foram demonstradas as possíveis alterações nas mamas em próteses feitas de isopor e massa de modelar. Ao término das explanações realizamos rodas de conversa onde todos os usuários interagiram relatando casos conhecidos de câncer de mama e fazendo questionamentos sobre o tema. A participação da população na atividade educativa foi positiva, os usuários demonstraram interesse em aprender mais sobre a temática estabelecendo um ambiente de ensino aprendizagem, o que reafirmou a importância da realização de atividades de educação em saúde, contribuindo para prevenção de doenças e agravos. Para realizar a prevenção do câncer de mama e de outras doenças é necessário que a educação em saúde seja a ferramenta utilizada pelos profissionais da educação básica.

To compare the quality of life among elderly practitioners and non-practitioners of physical activity

Oliveira, J.Q.1; Gadelha, J.H.T2; Menezes, A.C.S3; Sá, L.A4; Nascimento, G.S5; Andrade, J.M.6.
Physical activity practiced regularly provides health improvements, thus, the practitioner has a longer life expectancy avoiding occurring decline of physiological processes, maintaining an active and healthy lifestyle. To compare the quality of life among elderly practitioners and non-practitioners of physical activity. The study was conducted in the city of Iguatu - CE, with two groups of elderly, a group of 40 elderly women who practiced physical activity and another 40 elderly women who did not practice. It was shown significant differences in the environmental field [t (78) = - 5.57; p <0.01] physical [t (78) = - 7.78; p <0.01] and psychological [t (78) = - 7.03; p <0.01]. Thus, the social sector there was no significant difference. We conclude that the adoption of an active lifestyle and regular practice of physical activity are essential to good health and quality of life for the elderly, as this is linked also with a better functional capacity, mobility.

Develop teleeducation actions in Zika virus and microcephaly at the Federal University of Pernambuco

Silva, T.P.S1; Lima, M.L.L.T2; Souza, F.O.S.3; Novaes, M.A.4; Nascimento, C.M.B5.
The development of strategies to manage the Zika virus epidemic constitutes a challenge for the scientific community. Develop teleeducation actions in the field of human communication health with an emphasis on implications stemming from the Zika virus and microcephaly for professionals of the Family Health Strategy and students at the Federal University of Pernambuco. The experience of a set of three web conference seminars is described. The lectures addressed the epidemiology of the Zika virus and microcephaly, speech/hearing therapy, breastfeeding and feeding children with microcephaly. The mean number of connected points was 1.6 per session, with representatives of metropolitan Recife and the municipality of Lajedo. A total of 13 individuals participated in the action (three students and 10 healthcare professionals). All considered the topics interesting and relevant to the profession and all reported being satisfied with the experience. Web conference seminars can contribute to the creation of a dialog among different actors linked to health promotion actions with the aim of potentiating integral care, especially in response to current and future epidemics.

PHARMACOLOGICAL MANAGEMENT OF ASTHMA

Lemos N.D.C.B1; Monteiro J.P.A2; Anjos F.B.R3
Asthma is a chronic inflammatory pulmonary disease defined by hyperresponsiveness of air pathways and limitation to air flux. To enlighten the therapeutic options of asthma ex-acerbations. This systematic literature review was built from a bibliography research of scientific papers, publications and materials available on the Internet in English and Por-tuguese. From this research, five essential themes were identified: β2 adrenergic agonists, anticholinergics, systemic corticosteroids, magnesium sulfate and heliox. Asthma exacer-bation can be treated with different medications that tries to dimish the social conse-quences of this disease.

To compare the quality of life among elderly practitioners and non-practitioners of physical activity

Oliveira, J.Q.1; Gadelha, J.H.T2; Menezes, A.C.S3; Sá, L.A4; Nascimento, G.S5; Andrade, J.M.6.
Physical activity practiced regularly provides health improvements, thus, the practitioner has a longer life expectancy avoiding occurring decline of physiological processes, maintaining an active and healthy lifestyle. To compare the quality of life among elderly practitioners and non-practitioners of physical activity. The study was conducted in the city of Iguatu - CE, with two groups of elderly, a group of 40 elderly women who practiced physical activity and another 40 elderly women who did not practice. It was shown significant differences in the environmental field [t (78) = - 5.57; p <0.01] physical [t (78) = - 7.78; p <0.01] and psychological [t (78) = - 7.03; p <0.01]. Thus, the social sector there was no significant difference. We conclude that the adoption of an active lifestyle and regular practice of physical activity are essential to good health and quality of life for the elderly, as this is linked also with a better functional capacity, mobility.

OUTUBRO ROSA EM FOCO: LIMITES E POSSIBILIDADES DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA

Silva A.A1; Lira E.M.C2; Lima N.A.S.; Cibalde C.A2; Oliveira M. L.T.S3; Ramalho M.N.A4
O câncer de mama é a neoplasia maligna mais frequentemente diagnosticada entre as mulheres, constituindo a principal causa de morte feminina tanto em países desenvolvidos quanto naqueles em desenvolvimento, além de segundo câncer mais incidente no mundo, caracterizando-se como um grave problema de saúde pública. Essa neoplasia suscita muito medo e angústia entre as mulheres, implicando em repercussões psicossociais, por ser um câncer que possui progressão lenta e, caso diagnosticado precocemente, apresenta considerável aumento na possibilidade de cura ou prolongamento da sobrevida. A doença pode ser prevenida por meio da realização de atividades de educação em saúde. Relatar a experiência de integrantes de um projeto de extensão nas atividades de educação em saúde voltadas à prevenção do câncer de mama durante o outubro rosa. Trata-se de um relato de experiência das atividades de educação em saúde desenvolvidas por integrantes do Projeto de Extensão: STOP: Ações de educação em saúde para a prevenção do câncer, da Universidade Federal de Pernambuco durante o mês de outubro de 2016 em serviços da atenção básica do município de Vitória de Santo Antão – PE. Foram desenvolvidas três ações, sendo uma na Unidade Básica de Saúde do Cajueiro, uma na Unidade Básica de Saúde da Bela Vista e uma na Associação de Proteção à Maternidade e a Infância (APAMI). Todas as atividades de estímulo à prevenção do câncer de mama contaram com a participação de usuárias mulheres de várias faixas etárias e também de profissionais que trabalham nas unidades. As ações iniciavam-se com o acolhimento dos usuários do serviço de saúde, em seguida foram explanados e discutidos os fatores de risco, sintomas, prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama através do uso de álbum seriado contendo ilustrações e conteúdos pertinentes a temática. Posteriormente, foi realizado a demonstração de como fazer o autoexame das mamas utilizando uma prótese artesanal das mamas. Em seguida, foram demonstradas as possíveis alterações nas mamas em próteses feitas de isopor e massa de modelar. Ao término das explanações realizamos rodas de conversa onde todos os usuários interagiram relatando casos conhecidos de câncer de mama e fazendo questionamentos sobre o tema. A participação da população na atividade educativa foi positiva, os usuários demonstraram interesse em aprender mais sobre a temática estabelecendo um ambiente de ensino aprendizagem, o que reafirmou a importância da realização de atividades de educação em saúde, contribuindo para prevenção de doenças e agravos. Para realizar a prevenção do câncer de mama e de outras doenças é necessário que a educação em saúde seja a ferramenta utilizada pelos profissionais da educação básica.