Global Journal of Case Reports

Open Access Journal
Basic and Applied Research (ISSN:2688-4097) is an open access journal publishing research articles, review articles, editorials and letters to the editor.

Peer-Review Journal
To keep the quality of journal, all submission will be peer-reviewed by invited experts. The decisions will be made according to the comments of reviewers.

Publication Process
Initial decision: 3 days without review, 28 days with review; Time to publication: Accepted articles will be online in 3 days; Final versions after proofreading will be accessible in 8 days.

Rapid Response
Should you have any questions, please let us know. We will answer you shortly.

LIGA ACADÊMICA DE FONOAUDIOLOGIA HOSPITALAR: OPORTUNIDADE PARA ATUAÇÃO INTERPROFISSIONAL

Carvalho D.S1; Pinheiro N.S²; Nunes R.A³; Santos T.M.V4; Cruz T.B5; Santana M.C.C.P6
A formação em saúde exige dos acadêmicos um amadurecimento da visão do paciente como um ser humano complexo, que interage com o meio e é influenciado por este. A fonoaudiologia hospitalar está se expandindo e, consequentemente, tornando-se inegável a necessidade do aprimoramento profissional, com o propósito de embasamento para realização de suas intervenções. A extensão universitária possibilita a formação do profissional cidadão e se credencia, cada vez mais, junto à sociedade como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo. Apresentar a Liga Acadêmica de Fonoaudiologia Hospitalar (LAFH), que tem o propósito de contribuir para uma formação em saúde que possibilite ao estudante e ao profissional da Fonoaudiologia atuar, na área hospitalar, no âmbito da integralidade do cuidado interprofissional. A LAFH, cadastrada na Pró-Reitoria de Extensão de uma universidade pública estadual de Alagoas, tem supervisão docente de uma fonoaudióloga de um hospital público do estado desse estado. É constituída por membros com suas devidas atribuições. Suas atividades tiveram início no primeiro semestre de 2016, com a execução do curso introdutório e reuniões destinadas, especialmente, ao planejamento colaborativo. No segundo semestre do ano, foram realizados cursos teórico-práticos, reuniões científicas e parcerias para execução de ações extensionistas em unidades hospitalares. A LAFH está contribuindo na formação acadêmica dos membros, no âmbito dos propósitos da extensão universitária, com ações externas e com práticas em hospitais vinculados à instituição, além de reuniões teóricas quinzenais. O planejamento e execução de atividades da Liga possibilitou aos membros a vivência da prática interprofissional, apontada pela Organização Mundial da Saúde como uma estratégia inovadora, que favorece a efetivação da prática colaborativa.

RECURSOS EDUCATIVOS UTILIZADOS NA SALA DE ESPERA DE UMA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Carvalho D. S.¹; Balbino E. M. S.²; Vieira D. M.³; Lima B. P. Silva4
A formação em saúde exige dos acadêmicos um amadurecimento da visão do paciente como um ser humano complexo, que interage com o meio e é influenciado por este. A fonoaudiologia hospitalar está se expandindo e, consequentemente, tornando-se inegável a necessidade do aprimoramento profissional, com o propósito de embasamento para realização de suas intervenções. A extensão universitária possibilita a formação do profissional cidadão e se credencia, cada vez mais, junto à sociedade como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo. Apresentar a Liga Acadêmica de Fonoaudiologia Hospitalar (LAFH), que tem o propósito de contribuir para uma formação em saúde que possibilite ao estudante e ao profissional da Fonoaudiologia atuar, na área hospitalar, no âmbito da integralidade do cuidado interprofissional. A LAFH, cadastrada na Pró-Reitoria de Extensão de uma universidade pública estadual de Alagoas, tem supervisão docente de uma fonoaudióloga de um hospital público do estado desse estado. É constituída por membros com suas devidas atribuições. Suas atividades tiveram início no primeiro semestre de 2016, com a execução do curso introdutório e reuniões destinadas, especialmente, ao planejamento colaborativo. No segundo semestre do ano, foram realizados cursos teórico-práticos, reuniões científicas e parcerias para execução de ações extensionistas em unidades hospitalares. A LAFH está contribuindo na formação acadêmica dos membros, no âmbito dos propósitos da extensão universitária, com ações externas e com práticas em hospitais vinculados à instituição, além de reuniões teóricas quinzenais. O planejamento e execução de atividades da Liga possibilitou aos membros a vivência da prática interprofissional, apontada pela Organização Mundial da Saúde como uma estratégia inovadora, que favorece a efetivação da prática colaborativa.

PRINCIPAIS FATORES QUE RETARDAM O DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE EM ADULTOS

Vasconcelos L. F. M1; Inácio A. V. T¹, Lima B.O¹, Maia C. S²
O diagnóstico precoce da tuberculose é imprescindível para o controle da doença, visto que a transmissão do bacilo ocorre por vias aéreas e a rapidez na detecção possibilita interação medicamentosa, o que interrompe a cadeia de transmissão do bacilo e consequentemente diminui os níveis de novos casos. Apesar da simplicidade dos métodos de detecção da tuberculose, fatores relacionados à procura do doente pela unidade de saúde, ao diagnóstico preciso e ao início do tratamento após o diagnóstico fazem com que as intervenções ocorram tardiamente. Identificar os fatores que influenciam o atraso do diagnóstico da tuberculose em adultos. Realizou-se uma revisão bibliográfica da literatura nas bases de dados BIREME e na biblioteca virtual SCIELO, utilizando-se os descritores: “Atraso”; “Diagnóstico”; “Tuberculose”. Como critérios de inclusão foram estabelecidos artigos publicados de 2010 a 2016, nos idiomas português e inglês, que abordam a relação temporal entre o início dos sintomas da tuberculose e o começo do tratamento da doença em adultos. A pesquisa resultou em 161 artigos, dos quais 23 foram separados por apresentarem alguma relação com o tema, porém, apenas sete atendiam os critérios de inclusão. Os fatores relacionados ao tempo de procura do paciente pela unidade de saúde estão relacionados com a falta de conhecimento sobre a gravidade dos sintomas e dificuldade de acesso à unidade de saúde. A elevada procura por hospitais como primeiro local para o atendimento reflete a ineficiência da atenção básica no controle da tuberculose, o que resulta no aumento do número de consultas necessárias para o diagnóstico definitivo da doença. O reconhecimento e suspeita da doença por parte dos profissionais de saúde afeta igualmente o tempo de diagnóstico, pois implica na não solicitação de exames e atraso na detecção de tuberculose. O tempo entre o resultado dos exames e o início do tratamento implica no controle da tuberculose, pois a cadeia de transmissão do bacilo é mantida. O tempo para início do tratamento da tuberculose é elevado. Esse atraso sugere a necessidade da implantação de estratégias de diagnóstico da tuberculose, principalmente em áreas de risco, através de medidas pela atenção básica. O acesso ao atendimento nas unidades de saúde e a instrução da população sobre os sintomas da doença são necessários para a redução do tempo do diagnóstico da tuberculose. Da mesma forma, a capacitação dos profissionais de saúde se faz necessária para possibilitar a suspeita da doença e solicitação dos exames.

A LEISHIMANIOSE VISCERAL UM AGRAVO DE SAÚDE QUE NÃO DEVE SER NEGLIGENCIADO: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Jales, R.D1 Oliveira, K.S.M2; Carvalho, F.P.B3
A Leishimaniose Visceral é uma doença crônica com evolução grave. Sua transmissão se dá mais no ambiente peri e intradomiciliar. A maior parte dos casos notificados com esse agravo são crianças com idade igual ou menor que dez anos. A redução de casos se dá através do controle de vetores, do controle de reservatórios e do tratamento dos casos humanos. Identificar o que as produções cientificas estão abordando sobre a Leishimaniose visceral no período de 2012 a 2016. Revisão integrativa teve como questão de pesquisa: O que está sendo abordado nas pesquisas cientificas dos últimos 4 anos sobre essa patologia? A busca ocorreu nas bases de dados LILACS, BDENF e MEDLINE. Utilizaram-se os descritores: “Leishimaniose Visceral” AND “Epidemiologia” AND “Conhecimento”. Incluíram-se artigos publicados no período de 2012 a 2016. Excluíram-se teses e ou dissertações. A busca aconteceu no mês de setembro de 2016. Ao cruzar na bvs Leishimaniose visceral AND epidemiologia apareceu 2 645 artigos, depois de filtrado ficaram 182, porém só utilizou 8 artigos; ao cruzar Leishimaniose Visceral AND Conhecimento, foi encontrado e utilizado 1 artigo, totalizando 9 artigos. Após a leitura das pesquisas foram elaboradas 2 categorias: “Características epidemiológicas e métodos para a redução de novos casos” e “Leishimaniose visceral em crianças: fatores contribuintes para o aumento dos casos e diagnóstico do agravo”. Na primeira categoria observou-se que o agravo em discussão ocorre nas grandes cidades, atingindo também pessoas com maior nível de instrução; em ordem decrescente do quantitativo de casos encontram-se as Regiões Nordeste, Sudeste, Norte, Centro-Oeste e Sul, as condições ambientais favorecem transmissão da doença e a proliferação do vetor, neste caso as ações de controle estão direcionadas para os vetores e para os reservatórios. Atualmente há uma preocupação em estabelecer o diagnóstico precoce e realizar o tratamento adequado. Na segunda categoria, identificou-se como fatores contribuintes para o aumento de casos de crianças com esse agravo, o maior contato com cães, a carência nutricional e a imaturidade do sistema imunológico. A letalidade da doença estudada é maior em crianças com menos de dois anos de idade, os lactentes com idade entre 12 e 18 meses, que apresentarem alterações respiratórias e contagem de plaquetas abaixo de 85.000, são considerados potencialmente graves. O diagnóstico em lactentes é realizado através do Polymerase Chain Reaction – PCR. Há um número considerável de artigos publicados sobre o agravo. Observou-se também que a quantidade de casos notificados não teve uma redução significativa de 2012 a 2015, e que a região Nordeste com o passar dos anos aumentou esse quantitativo. Faz-se necessário a publicação de estudos voltados para o conhecimento dos profissionais sobre a doença, afim de que, ocorra o diagnóstico precoce com um tratamento adequado.

LIGA ACADÊMICA DE FONOAUDIOLOGIA HOSPITALAR: OPORTUNIDADE PARA ATUAÇÃO INTERPROFISSIONAL

Carvalho D.S1; Pinheiro N.S²; Nunes R.A³; Santos T.M.V4; Cruz T.B5; Santana M.C.C.P6
A formação em saúde exige dos acadêmicos um amadurecimento da visão do paciente como um ser humano complexo, que interage com o meio e é influenciado por este. A fonoaudiologia hospitalar está se expandindo e, consequentemente, tornando-se inegável a necessidade do aprimoramento profissional, com o propósito de embasamento para realização de suas intervenções. A extensão universitária possibilita a formação do profissional cidadão e se credencia, cada vez mais, junto à sociedade como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo. Apresentar a Liga Acadêmica de Fonoaudiologia Hospitalar (LAFH), que tem o propósito de contribuir para uma formação em saúde que possibilite ao estudante e ao profissional da Fonoaudiologia atuar, na área hospitalar, no âmbito da integralidade do cuidado interprofissional. A LAFH, cadastrada na Pró-Reitoria de Extensão de uma universidade pública estadual de Alagoas, tem supervisão docente de uma fonoaudióloga de um hospital público do estado desse estado. É constituída por membros com suas devidas atribuições. Suas atividades tiveram início no primeiro semestre de 2016, com a execução do curso introdutório e reuniões destinadas, especialmente, ao planejamento colaborativo. No segundo semestre do ano, foram realizados cursos teórico-práticos, reuniões científicas e parcerias para execução de ações extensionistas em unidades hospitalares. A LAFH está contribuindo na formação acadêmica dos membros, no âmbito dos propósitos da extensão universitária, com ações externas e com práticas em hospitais vinculados à instituição, além de reuniões teóricas quinzenais. O planejamento e execução de atividades da Liga possibilitou aos membros a vivência da prática interprofissional, apontada pela Organização Mundial da Saúde como uma estratégia inovadora, que favorece a efetivação da prática colaborativa.

PRINCIPAIS FATORES QUE RETARDAM O DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE EM ADULTOS

Vasconcelos L. F. M1; Inácio A. V. T¹, Lima B.O¹, Maia C. S²
O diagnóstico precoce da tuberculose é imprescindível para o controle da doença, visto que a transmissão do bacilo ocorre por vias aéreas e a rapidez na detecção possibilita interação medicamentosa, o que interrompe a cadeia de transmissão do bacilo e consequentemente diminui os níveis de novos casos. Apesar da simplicidade dos métodos de detecção da tuberculose, fatores relacionados à procura do doente pela unidade de saúde, ao diagnóstico preciso e ao início do tratamento após o diagnóstico fazem com que as intervenções ocorram tardiamente. Identificar os fatores que influenciam o atraso do diagnóstico da tuberculose em adultos. Realizou-se uma revisão bibliográfica da literatura nas bases de dados BIREME e na biblioteca virtual SCIELO, utilizando-se os descritores: “Atraso”; “Diagnóstico”; “Tuberculose”. Como critérios de inclusão foram estabelecidos artigos publicados de 2010 a 2016, nos idiomas português e inglês, que abordam a relação temporal entre o início dos sintomas da tuberculose e o começo do tratamento da doença em adultos. A pesquisa resultou em 161 artigos, dos quais 23 foram separados por apresentarem alguma relação com o tema, porém, apenas sete atendiam os critérios de inclusão. Os fatores relacionados ao tempo de procura do paciente pela unidade de saúde estão relacionados com a falta de conhecimento sobre a gravidade dos sintomas e dificuldade de acesso à unidade de saúde. A elevada procura por hospitais como primeiro local para o atendimento reflete a ineficiência da atenção básica no controle da tuberculose, o que resulta no aumento do número de consultas necessárias para o diagnóstico definitivo da doença. O reconhecimento e suspeita da doença por parte dos profissionais de saúde afeta igualmente o tempo de diagnóstico, pois implica na não solicitação de exames e atraso na detecção de tuberculose. O tempo entre o resultado dos exames e o início do tratamento implica no controle da tuberculose, pois a cadeia de transmissão do bacilo é mantida. O tempo para início do tratamento da tuberculose é elevado. Esse atraso sugere a necessidade da implantação de estratégias de diagnóstico da tuberculose, principalmente em áreas de risco, através de medidas pela atenção básica. O acesso ao atendimento nas unidades de saúde e a instrução da população sobre os sintomas da doença são necessários para a redução do tempo do diagnóstico da tuberculose. Da mesma forma, a capacitação dos profissionais de saúde se faz necessária para possibilitar a suspeita da doença e solicitação dos exames.

A LEISHIMANIOSE VISCERAL UM AGRAVO DE SAÚDE QUE NÃO DEVE SER NEGLIGENCIADO: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Jales, R.D1 Oliveira, K.S.M2; Carvalho, F.P.B3
A Leishimaniose Visceral é uma doença crônica com evolução grave. Sua transmissão se dá mais no ambiente peri e intradomiciliar. A maior parte dos casos notificados com esse agravo são crianças com idade igual ou menor que dez anos. A redução de casos se dá através do controle de vetores, do controle de reservatórios e do tratamento dos casos humanos. Identificar o que as produções cientificas estão abordando sobre a Leishimaniose visceral no período de 2012 a 2016. Revisão integrativa teve como questão de pesquisa: O que está sendo abordado nas pesquisas cientificas dos últimos 4 anos sobre essa patologia? A busca ocorreu nas bases de dados LILACS, BDENF e MEDLINE. Utilizaram-se os descritores: “Leishimaniose Visceral” AND “Epidemiologia” AND “Conhecimento”. Incluíram-se artigos publicados no período de 2012 a 2016. Excluíram-se teses e ou dissertações. A busca aconteceu no mês de setembro de 2016. Ao cruzar na bvs Leishimaniose visceral AND epidemiologia apareceu 2 645 artigos, depois de filtrado ficaram 182, porém só utilizou 8 artigos; ao cruzar Leishimaniose Visceral AND Conhecimento, foi encontrado e utilizado 1 artigo, totalizando 9 artigos. Após a leitura das pesquisas foram elaboradas 2 categorias: “Características epidemiológicas e métodos para a redução de novos casos” e “Leishimaniose visceral em crianças: fatores contribuintes para o aumento dos casos e diagnóstico do agravo”. Na primeira categoria observou-se que o agravo em discussão ocorre nas grandes cidades, atingindo também pessoas com maior nível de instrução; em ordem decrescente do quantitativo de casos encontram-se as Regiões Nordeste, Sudeste, Norte, Centro-Oeste e Sul, as condições ambientais favorecem transmissão da doença e a proliferação do vetor, neste caso as ações de controle estão direcionadas para os vetores e para os reservatórios. Atualmente há uma preocupação em estabelecer o diagnóstico precoce e realizar o tratamento adequado. Na segunda categoria, identificou-se como fatores contribuintes para o aumento de casos de crianças com esse agravo, o maior contato com cães, a carência nutricional e a imaturidade do sistema imunológico. A letalidade da doença estudada é maior em crianças com menos de dois anos de idade, os lactentes com idade entre 12 e 18 meses, que apresentarem alterações respiratórias e contagem de plaquetas abaixo de 85.000, são considerados potencialmente graves. O diagnóstico em lactentes é realizado através do Polymerase Chain Reaction – PCR. Há um número considerável de artigos publicados sobre o agravo. Observou-se também que a quantidade de casos notificados não teve uma redução significativa de 2012 a 2015, e que a região Nordeste com o passar dos anos aumentou esse quantitativo. Faz-se necessário a publicação de estudos voltados para o conhecimento dos profissionais sobre a doença, afim de que, ocorra o diagnóstico precoce com um tratamento adequado.

The Protection Strategies of User Privacy in Cloud Computing

Shaohui Zhang
Cloud computing attracts a large number of users by its good scalability, low cost, on-demand payment and other advantages, but due to the related technology is not mature enough, imperfect legal supervision and so on, the privacy and security problems of cloud computing are serious at present. This paper proposes a privacy data protection model based on the analysis of the security and privacy problems in cloud computing, which classifies data into private data and non-private data according to the privacy attributes of data, and considers encryption, decryption technology and data partitioning technology to protect privacy data in data transmission and data storage. Experiments indicate that this model can improve the security of privacy data to a certain degree.
  1. Articles of 2019

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 01

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 02

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 03

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 04

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 05

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 06

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 07

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 08

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 09

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 10

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 11

    BAR (2019), Vol. 1, Issue 12