International Journal of Food and Agriculture

Open Access Journal
American Journal of Education and Humanities (2642-4142) is an open access journal publishing research articles, review articles, editorials and letters to the editor.

Peer-Review Journal
To keep the quality of journal, all submission will be peer-reviewed by invited experts. The decisions will be made according to the comments of reviewers.

Publication Process
Initial decision: 3 days without review, 28 days with review; Time to publication: Accepted articles will be online in 3 days; Final versions after proofreading will be accessible in 8 days.

Rapid Response
Should you have any questions, please let us know. We will answer you shortly.

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA, TRABALHADO DE FORMA LÚDICA EM UMA ESCOLA DE ENSINO BÁSICO EM CUITÉ-PB: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Fonseca P.R1; Souza D.P.R2; Lacerda E.D3; Santos J.C4; Silva V.S.F5; Assis P.A.C6
A extensão universitária trabalha com as diversas problemáticas que envolvem a comunidade, auxiliando-a de forma que aja uma troca de conhecimentos. Atualmente uma das adversidades que envolvem a sociedade é a gravidez na adolescência, considerada com um dos problemas de saúde reprodutiva, relatada como uma importante causa de morbimortalidade da mãe e do bebê, além de impactos educacional-escolar e social. Abordar temas relacionados com à reprodução humana com ludicidade, desperta o interesse e a curiosidade dos alunos, contribuindo com o aprendizado dos estudantes. O presente trabalho buscou conscientizar e orientar alunos de uma Escola Pública Municipal de Ensino Fundamental localizada no município de Cuité PB, de forma lúdica quanto à importância da existência de um planejamento sobre a saúde sexual e reprodutiva. Trata-se de um relato de experiência do projeto de extensão intitulado “Lado a lado: gravidez planejada x bem-estar da mamãe e do bebê”. A temática foi trabalhada em formas de oficinas pedagógicas baseadas no lúdico, elaboradas e confeccionadas pelos extencionistas, com duração de 90 minutos cada, realizadas em encontros semanais. As mesmas foram ministradas em uma turma do 8° Ano, abordando assuntos diferentes, porém complementares a cada encontro, compreendendo respectivamente: conhecimentos prévios sobre o aparelho reprodutor feminino e masculino, métodos contraceptivos, infecções sexualmente transmissíveis, gravidez na adolescência, cuidados gerais com a saúde materna e planejamento familiar. Ao final de cada encontro, realizamos avaliações dialogadas e aplicamos uma escala de satisfação do tipo Linkert. Durante a realização das oficinas, foi possível perceber a carência de informações a respeito dos conteúdos abordados, identificada por inúmeras respostas equivocadas a perguntas direcionadas aos alunos durante a exposição dos assuntos. No decorrer das etapas do projeto, percebeu-se um progresso tanto acerca dos conhecimentos adquiridos quanto na participação e desenvoltura dos alunos, antes caracterizada por completa quietação e timidez. Outro ponto importante foi a percepção do desejo de engravidar ainda na juventude por parte de muitas estudantes, dessa forma buscamos enfatizar a importância do planejamento familiar, pois mesmo desejada, a gestação deve ser planejada. Diante do exposto, as atividades desenvolvidas tiveram resultados promissores e satisfatórios como relatado por muitos alunos ao término das oficinas. Os alunos apresentaram um déficit muito grande de informações sobre a saúde sexual e reprodutiva, o que reforça a importância das ações do projeto, uma vez que atua como instrumento de disseminação e orientação para que haja um planejamento adequado da vida sexual e reprodutiva dos adolescentes, principalmente para esse público tão vulnerável.

ATUAÇÃO DO PROJETO DE EXTENSÃO EM UMA ESCOLA DO ENSINO MÉDIO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Fonseca P.R.¹; Lacerda E.D.²; Souza D.P.R.3; Santos J.C.4; Assis P.A.C.5; Silva V.S.F.6
A extensão universitária tem um importante papel no processo de produção e difusão de conhecimentos em busca de uma sociedade inclusiva com o desenvolvimento integral do ser humano, oferecendo, por meio de suas ações, respostas para a transformação social, as quais devem estar indissociavelmente vinculadas ao ensino e à pesquisa, aproximando deste modo, a academia das comunidades adjacentes. Deste modo, o projeto intitulado “Lado a lado: Gravidez planejada X bem-estar da mamãe e do bebê”, tem por finalidade levar aos adolescentes da rede pública de ensino, conhecimentos sobre métodos contraceptivos, teratógenos e orientá-los quanto à importância e reflexão de uma gravidez planejada. Descrever a experiência dos extensionistas a partir da realização de oficinas lúdicas em uma escola do ensino médio. Trata-se de um relato de experiência dos extensionistas do Projeto de Extensão desenvolvido, inicialmente, em escola pública estadual no município de Cuité – PB, em turma do ensino médio. As atividades foram distribuídas em quatro oficinas. A primeira oficina, “Conhecimentos prévios: Engravidou? Por quê? E agora? ”, fomentou o conhecimento dos alunos acerca da temática. “Como evitar uma gravidez não planejada? ”, título da segunda, teve como objetivo expor a anatomia e fisiologia do sistema reprodutor masculino e feminino e apresentar os métodos contraceptivos. Na terceira oficina, “Gravidez planejada: Prevenção e tratamento de infecções por microrganismos”, destacou alguns métodos teratogênicos e a importância das consultas de pré-natal. Na quarta oficina, intitulada “Gravidez planejada: Cuidados na saúde da futura mamãe”, foram reforçados os cuidados que se deve ter durante a gravidez, buscando o bem-estar da mãe e do bebê, além de uma breve discussão para retiradas de dúvidas. É importante salientar que todas as oficinas foram desenvolvidas de forma dinâmica e lúdica. Com a execução do projeto foi possível identificar que os alunos tinham um grande conhecimento na área, contudo, muita das vezes tal conhecimento apresentava-se de forma distorcida. Foi possível perceber, também, que os alunos possuíam um déficit considerável em relação a alguns métodos contraceptivos e a respeito dos agentes teratogênicos. Contudo, diante da troca de conhecimento entre os alunos e os extensionistas no decorrer das atividades foi notório destacar que ao final das oficinas chegou-se a uma resposta positiva, justificando assim o desenvolvimento do projeto. Pelo exposto fica clara a importância da extensão universitária para a produção e a disseminação de conhecimentos, assim como para a formação e a capacitação de profissionais bem qualificados. Vale ressaltar ainda, a importância do projeto para a redução da incidência de gravidez indesejada em jovens. Fato esse considerável complicador social e grande problema relacionado à saúde reprodutiva.

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO RECIFE: EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA SABER TUBERCULOSE

Feitosa M. T. S1; Farias M. P. F2, Moraes L. L. S. M3, Luz J. V. M4, Silva M. N. M5, Cardoso M. D6
A tuberculose é uma doença infectocontagiosa muito antiga, os pulmões são os órgãos mais afetados, porém pode acometer outros órgãos e tecidos. As populações indígenas, presidiários e moradores de rua são mais vulneráveis devido a dificuldade de acesso aos serviços de saúde e as condições específicas de vida, além das pessoas portadoras de HIV e Aids. É de suma importância as intervenções de educação em saúde nas escolas, pois possibilitam principalmente a disseminação da informação que é passada. O grupo de extensão universitária Saber Tuberculose vem trabalhando neste sentido, e assim informando cada vez mais pessoas envolvidas no projeto. Relatar experiência das atividades extensionistas de educação em saúde sobre tuberculose nas escolas públicas visando a melhoria dos indicadores epidemiológicos e a redução do estigma da doença. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência realizado no período de março a novembro de 2016, em escolas públicas localizadas dentro da região metropolitana da cidade do Recife-PE, abrangendo inicialmente três públicos alvos: Estudantes de enfermagem de diferentes períodos da Universidade de Pernambuco, estudantes do ensino médio e fundamental e professores das escolas públicas. Foram utilizadas estratégias para melhor comunicação e informatização do público alvo sobre a tuberculose, seus sintomas e tratamento. Foi notório durante a realização das atividades o interesse dos participantes para conhecer a doença, duração do tratamento e cura independente da faixa etária do grupo. Foi desenvolvida e aplicada nas ações uma paródia da música ‘Camaro Amarelo’ voltada a educação em tuberculose, caixa educativa com jogos de perguntas e respostas e folhetos com ilustrações e orientações sobre a doença também foram utilizados como material didático. Ao final de cada ação, o resultado esperado foi obtido. O projeto oportuniza os estudantes a conhecer uma metodologia da educação popular fora dos muros da universidade, percebendo a real necessidade da atuação com diferentes públicos correlacionando o conhecimento adquirido em sala de aula, possibilitando um crescimento profissional do grupo e contribuindo para a melhoria dos indicadores de saúde da população geral.

Manuscript Title: Title is a brief phrase, no more than 25 words.

Author Information: List full names and affiliation, including Emails and phone numbers of corresponding author.

Abstract: The abstract is less than 600 words. Following abstract, keywords and abbreviations should be listed.

Introduction: The introduction should have a clear statement of current problems.

Materials and Methods: This section should be clearly described.

Results and discussion: Authors could put results and discussion into a single section or show them separately.

Acknowledgement: a brief acknowledgment of people, grant, funds et al.,.

References: References are listed in a numbered citation order at the end of the manuscript.

1. Avinaba Mukherjee, Sourav Sikdar, Anisur Rahman Khuda-Bukhsh. Evaluation of ameliorative potential of isolated flavonol fractions from Thuja occidentalis in lung cancer cells and in Benzo(a) pyrene induced lung toxicity in mice. International Journal of Traditional and Complementary Medicine, 2016; 1(1): 0001-0013.

Tables and figures: Tables should be used at a minimum with a short descriptive title. Figures are in the formats of GIF, TIFF, JPEG or PowerPoint.

Proofreading and Publication: Corresponding author will receive a proof of manuscript. Authors should carefully read the proof and return it to the editorial office. Editorial office will publish the final versions shortly and send authors with the links of the publication.

To keep the quality of all journals hosted by AePub LLC, all submissions will be reviewed by invited reviewers. The decisions of articles will be made according to the comments of reviewers.

The Review Process mainly has those steps: Receive a invitation, Accept the invitation, Review the submission, Return your comments.

A reviewer is a expertise in the field of the submission and without conflict of interest. The submissions emailed to reviewers are only for critical evaluation. Reviewers must keep submission confidentially. Reviewers should review and return the comments in a timely manner. Should you can not return the comments in the agreed time, please let us know.

The specific recommendations are as below:

• Accept

• Minor revision

• Moderate revision

• Major revision

• Reject